Você sabe qual foi a primeira fundição do Brasil?

Monumento a Varnhagen

Por Bruna Gramolelli

A Floresta Nacional Ipanema, na cidade de Iperó, é um lugar fantástico que reúne história, trilhas e contos de assombração!

Lá você encontrará 4 trilhas auto guiadas para ciclismo, corrida e caminhada: Morro Araçoiaba (20km); Rio Ipanema (15km), dos Jequitibás (10km) e da ACADEBio (5km).

E 3 trilhas que há necessidade de agendamento e acompanhamento de um monitor local, você poderá fazer as 3 em uma única caminhada.

Na Trilha do Afonso Sardinha, que acompanha o Ribeirão do Ferro em meio à Mata Atlântica, você encontrará as ruínas dos fornos do Afonso Sardinha. Saindo dessa trilha, há o caminho para os Fornos de Cal do século XIX também.

Trilha Afonso Sardinha

A Trilha da Pedra Santa percorre trechos de Mata Atlântica e Cerrado e você passará pela Gruta do Monge, onde viveu Giovanni Maria de Agostini, que fez votos de castidade e pobreza e tornou-se um eremita. Dedicava-se a penitência, meditação e orações e sabia combinar o uso de plantas e raízes para fins medicinais, com isso ganhou fama de santo e muitos o procuravam em busca de cura.

Gruta do Monge

Depois de caminhar mais um trecho, surgirá um mirante com vista magnífica, onde há uma cruz de ferro, uma das primeiras peças fabricadas ali. Fechando com chave de ouro, o último atrativo da trilha é o monumento a Varnhagen (Visconde de Porto Seguro), considerado um dos maiores historiadores brasileiros. Ele era filho de um dos diretores da fábrica, que a dirigiu entre 1815 e 1821.

O que está esperando para escolher sua próxima trilha?!

Cruz de Ferro

O Sítio Histórico da Fazenda possui construções de 1811 a 1913, como a Antiga Sede Administrativa, os Altos Fornos Mursa e Germinados, Cada da Guarda, Casa das Armas Brancas, Porte Articulada, Relógio de Sol, etc. Para entender melhor esse retalho da história, vamos voltar no tempo:

Antiga Sede Administrativa

No século XVI, com a febre do ouro e as bandeiras para o oeste do Brasil, Afonso Sardinha acabou descobrindo a “montanha de ferro”, o Morro Araçoiaba, que em Tupi significa “Cobertura do Sol”, em referência ao por do sol atrás dos morros parecidos com chapéus. E em 1589, foram construídas duas forjas, sendo considerada a primeira tentativa de fabricação de ferro na América.

Casa das Armas Brancas

Como o mineral não deixava ninguém rico, houve algumas tentativas infrutíferas de extração do ferro. Mas a fundição só tomou força com a vinda da Família Real para o Brasil em 1808 e em 1810 foi fundada a Real Fábrica de Ferro de São João do Ipanema, que possuía o minério mais rico do mundo, chegando a ter 72% de ferro.

A Represa Hedberg, que também foi a 1ª represa do Brasil, é funda nas beiradas e mais rasa no meio, o que impedia a fuga dos escravos que trabalhavam com as pesadas bolas de ferro presas ao pé e caso algum deles conseguissem ultrapassar a beirada, eram facilmente avistados no meio.

Represa Hedberg

Dizem que essas construções são assombradas, pois os escravos que ali trabalharam, levaram uma vida sofrida e não chegavam nem aos 35 anos, devido à brusca mudança de temperatura dos fornos para as noites frias da região.

Altos e baixos na administração, a Lei Áurea e crises políticas chegaram a dissolver a fábrica, mas com a Guerra do Paraguai ela voltou com força total e foi a época que mais produziu ferro.

Em 1895, já sob o governo republicano, as atividades siderúrgicas foram encerradas e hoje as terras são administradas pelo Ministério do Meio Ambiente.

Curiosidade

Praia de Ipanema

Ipanema em Tupi significa “água ruim”, imprópria para o mergulho e a pesca. Nesse vasto país há outras “Ipanemas” batizadas pelos indígenas, mas a famosa praia de Ipanema ganhou esse nome não por causa da sujeira das águas…

A verdade é que José Antônio Moreira Filho (1830-1899), o segundo Barão de Ipanema, comprou as terras onde hoje está localizado o bairro carioca, no fim do século 19, e fundou, em 1894, a Vila Ipanema. Seu pai, José Antônio Moreira, o primeiro Barão de Ipanema, era um minerador que, ao receber o título de barão em 1847, decidiu homenagear seu local de nascimento, a vila de São João de Ipanema, hoje pertencente a Iperó.

Moreira Filho apenas transferiu o título de nobreza de sua família para as terras que acabara de comprar, banhadas por água limpa, cristalina, transparente e piscosa e a Ipanema carioca acabou recebendo artificialmente esse nome.

Praia de Ipanema / Foto de Rafael Katz

Imagem destacada:

Foto de Werner Rudhart 2003 /Acervo Floresta Nacional de Ipanema

Contato

Marque sua próxima viagem

Precisa de mais informações?

Entre em contato agora mesmo






Fale Conosco

Entre em contato que nós iremos tirar todas as suas dúvidas e fazer sugestões para melhorar ainda mais a qualidade do seu passeio.

  • Telefone:
    (11) 97453-5850
  • Email:
    contato@trilhegal.com.br